Você não pode copiar este conteúdo!
AR EN FR DE PT ES
Conheça-Rituais-De-Beleza-De-4-Povos-Antigos-5

Conheça Rituais De Beleza De 4 Povos Antigos

Você já pensou em como chegamos a preparar, mimar, enfeitar e impressionar a nós mesmos? Acredito que devemos algum reconhecimento aos fundadores dos Rituais de Beleza, arte milenar da aparência. Através dos tempos, as pessoas têm procurado a "fonte da juventude" então, sem sucesso. Felizmente, muitos anos depois, esses costumes chegaram ao mundo moderno. Com a poluição ambiental, fatores estressantes e outros adversos do estilo de vida, afetam a saúde de nossa pele, cabelo e corpo. Nossa época certamente precisará desses conselhos curiosos!


por: Carla Madureira | em: 21 de outubro de 2019.

tags: Curiosidades
AudioPost:
                   

ELES FIZERAM ISSO PRIMEIRO: RITUAIS DE BELEZA ANTIGOS, SOBRETUDO PRATICADOS POR ESSES 4 POVOS

1- GRÉCIA

Grandes amantes da estética física, sintonizados com o processo natural de envelhecimento do corpo. Portanto, sempre buscavam melhorarias em sua aparência. A palavra cosméticos vem do grego “kosmetikos”, originária do século XVII. Afrodite, Deusa olímpica do amor e da beleza, criou um ideal do belo por excelência. Assim como simbolizava a verdadeira feminilidade e graça – o que talvez influenciou os prestigiados rituais de beleza.

Conheça-Rituais-De-Beleza-De-4-Povos-Antigos-Helena-De-Tróia-1

Entre suas preferências, a tez clara era obtida por meio do chumbo branco até cerca de 1000 AC. Mais tarde, substituído pelo pó de giz, devido às muitas mortes causadas pelo lento envenenamento do metal.

Contudo, os ingredientes sagrados mel e o azeite não faltavam nas preparações cosméticas antienvelhecimento. Diz-se que a oliveira selvagem se originou no país, considerada sagrada desse modo, junto a infinidade de benefícios. A fim de proteger a pele dos estressores ambientais, muitas se ungiam no óleo com mel, promovendo aparência mais clara. 

Em matéria de maquiagem, foram precoces: amoras esmagadas manchavam lábios e bochechas, assim como argila e ferro vermelho. Sombras escuras favorecidas, com mistura de carvão e óleos. Sobrancelhas falsas, grossas e proeminentes derivadas dos cabelos de bois. Muitas vezes, as mulheres até preferiam monocelhas conectadas à la Frida Kahlo, pois isso era moda.

Os embelezadores atuais aprenderam definitivamente, uma coisa ou duas da Grécia, considerando os ingredientes naturais ainda usados ​​em tratamentos dermatológicos!

2- ROMA

Semelhantemente aos gregos, os romanos também preferiam pele esbranquiçada, para qual usavam chumbo, marga branca e pó de giz. Rouge, na forma de suco de amoreira, borras de vinho, pétalas de rosa e papoula, giz vermelho e até esterco de crocodilo.

Conheça-Rituais-De-Beleza-De-4-Povos-Antigos-3.jpg-Roma

Por volta de 100 dC, se seguiram os famosos banhos termais. De fato, eles adoravam e por isso, criaram balneários tão opulentos que são bastante comparáveis ​​aos nossos spas modernos. Casas de banho decoradas com mosaicos, pinturas e tetos intrincados, inundados de luz natural. Nestes oásis segregados por gênero, os usuários se envolviam em terapia de contraste, também conhecida como imersão quente / frio. Seguiriam seu tratamento com o uso do instrumento ‘strigil’ de metal curvado usada para raspar a sujeira e suor do corpo antes do vapor, esfoliação e massagem.

No entanto, o que era um banho para uma romana antiga sem perfume para completar? As fragrâncias eram bem populares, formuladas com variedade de flores e ervas como açafrão, amêndoas, pétalas de rosa, lírios, murta, louro e jasmim. Outros costumes únicos incluíam o uso de farinha de cevada e manteiga para acalmar a pele. A cor das unhas era feita com gordura e sangue de animais, criando uma tonalidade rosa e vermelha.

A queda do Império quase causou o desaparecimento desses cosméticos, e tornou-se muito incomum usar maquiagem. Por volta de 1200 dC, lentamente a prática foi reintroduzida e os rituais de beleza continuaram evoluindo!

3- EGITO

Passando por uma das civilizações mais avançadas do planeta, criador de luxos sagrados que ainda hoje são amplamente utilizados. Inegavelmente conhecidos por seu estilo e, sem dúvida, elegantes. Adornados com joias exóticas, cocares e penteados, levavam a moda e a beleza muito a sério. 

As tumbas descobertas, nos forneceram artefatos e conhecimento dos hábitos de embelezamento reverenciados, mais do que em qualquer outro. Por exemplo, haviam restos de cosméticos no interior dos sarcófagos. 

Conheça-Rituais-De-Beleza-De-4-Povos-Antigos-2

A aplicação de maquiagem era tão importante, que faraós serviram seus rituais de beleza como uma honra para seus deuses. Minerais sulfatados e malaquita eram aprimoramentos oculares e delineadores, enquanto a cor dos lábios tinha corantes roxos e vermelhos de algas marinhas, iodo e besouro carmim.

O charme de Cleópatra, deixou para trás costumes eternos com seu legado. Óleos de amêndoa, vinagre de maçã, esfoliantes com sal do mar morto, banhos de mel e leite estavam entre alguns de seus truques.

Em 10,000 AC, emolientes hidratantes eram protetores da pele contra o clima muito seco do deserto. Segundo pesquisadores, os egípcios tiveram acesso e usaram, mais de 20 óleos vegetais diferentes para diversos fins regularmente. As fragrâncias também eram apreciadas, pois, suas propriedades positivas traziam saúde e bem-estar. O incenso e a mirra, considerados essenciais em perfumes, tratamentos e repelente. Essas resinas também eram componentes sagrados do processo de embalsamamento para os mortos!

Limpeza e depilação como parte fundamental de sua higiene, trouxeram método natural depilatório: pasta com açúcar, limão e água. Realmente fascinante, que ainda existe e está ganhando popularidade entre os esteticistas.

4- ÍNDIA

Os indianos acreditavam que o corpo é um templo sagrado, e que a Terra e seus elementos são a conexão entre natureza e beleza. Sistema holístico de cuidados, 5,000 anos de Ayurveda, crença de que a saúde ideal é alcançada quando sua mente, corpo e espírito estão alinhados com o universo.

Não é de admirar que as mulheres indianas sejam de uma beleza incomensurável. Seu foco no equilíbrio e bem-estar reflete no físico.

Conheça-Rituais-De-Beleza-De-4-Povos-Antigos-4.jpg-India

Os rituais de beleza ayurvédica incluíam banho e tratamentos com óleo, para limpeza física e espiritual. Então, a Índia ancestral tinha basicamente derivados de ervas nutritivas, ou seja, todos os ingredientes naturais! Nim, tulsi, açafrão, sândalo, gergelim e amla foram incorporadas em máscaras, cremes amplamente utilizados. Além disso, gostavam da higiene dental e escovavam a pele a seco para esfoliação e estimulação linfática.

Tanto quanto, maquiagem era considerada “superficial”, preferindo expressões naturais da beleza através da henna e da joalheria. A antiga arte, também chamada “mehndi”, tinha muitos usos culturais. Refere-se ao corante derivado da planta (Lawsonia inermis). Que até agora é usado para criar desenhos decorativos no corpo, seja tatuagens temporárias, ocasiões especiais, tradições, cerimônias e performances.

Em suma: há muitos povos antigos não mencionamos neste artigo. Do Extremo Oriente à América Central e Sul, da África a Polinésia, todas essas culturas definiram suas próprias formas autênticas de beleza. Por isso, aguarde o próximo post!

Comentários

Fazer login ou Criar conta
Login
Cadastro

X