Você não pode copiar este conteúdo!
AR EN FR DE PT ES
13-Coisas-Que-Você-Não-Sabe-Sobre-Cabelos-Ruivos-3

13 Coisas Que Você Não Sabe Sobre Cabelos Ruivos

Existem vários tons capilares naturais como o loiro (atípico) e os mais comuns no planeta marrom e preto. Porém, o ruivo é demasiado raro, a ponto de alguns científicos especularem (sem provar), que desapareceriam. Às vezes zombadas, oprimidas ou admiradas, as pessoas com cabelos ruivos nunca foram indiferentes... Para o bem ou para o mal, parecem receber cada vez mais atenção na sociedade contemporânea. Contudo, este não é apenas um fenômeno recente, percepções ruivosas possivelmente flutuaram ao longo do tempo, assim como hoje. De qualquer maneira, as madeixas vermelhas também eram bastante proeminentes, chamando muita atenção quanto provavelmente sempre o farão.


por: Carla Madureira | em: 6 de novembro de 2019.

tags: Curiosidades
AudioPost:
                   

PORTANTO, SE ESSA É A SUA COR NATURAL CAPILAR OU SE VOCÊ TEM RUIVOS À SUA VOLTA, AQUI ESTÃO ALGUMAS INFORMAÇÕES ÍNCRIVEIS PARA SABER:

1. O GENE RESPONSÁVEL PELA COR VERMELHA É RECESSIVO

Para que um indivíduo seja ruivo, ambos os pais devem ser portadores do MC1R. Ele é parcialmente responsável pela cor da pele e do cabelo vermelho. Isso mesmo que os pais não sejam, a presença do gene em seu DNA deixa cerca de 25% de chance de a criança nascer. E se o filho não é, ainda assim ele carrega o gene, que pode até dar à luz uma criança ruiva se seu parceiro também o carregar.

2. RUIVOS TÊM MENOS CABELO, EMBORA MAIS GROSSOS

Em geral, um ruivo tem 90 000 fios na cabeça. A título de comparação, uma humana possui entre 100 000 e 150 000 cabelos, sendo eles 140 000 em média para uma morena e 110 000 para uma loira. Na realidade, os ruivos compensam essa diferença, já que sua juba é mais espessa, resistente e dão a impressão de uma densidade “normal”.

3. BEM MAIS RESISTENTES A ANESTÉSICOS E ANALGÉSICOS

Segundo observações médicas, é mais difícil anestesiar uma ruiva do que uma pessoa morena ou loira. Na mesa de operação, os vermelhos exigiriam cerca de 20% mais anestésico do que outros pacientes. O gene MC1R que também está ligado aos hormônios que estimulam os receptores de dor no cérebro, pode haver um link. Assim, vários estudos científicos devem ser realizados para melhor determinar e entender a origem dessa resistência.

4. SÃO MAIS SENSÍVEIS A MUDANÇAS DE TEMPERATURA

Outro acidente vascular cerebral do gene MC1R, cuja ação nos receptores cerebrais ligados a estímulos externos causa uma alteração na percepção da temperatura. De tal forma que acontece, deixando os ruivos mais sensíveis ao frio e calor.

5. PRODUZEM ABUNDÂNCIA DE VITAMINA D

Isso está parcialmente relacionado ao ponto anterior, pois, a pele das ruivas tem uma baixa concentração de melanina. O que explica a palidez da derme e o medo solar, que geralmente se manifesta por sardas. Diante do sol, as vermelhas não sabem absorver vitamina D suficiente por causa da pouca melanina em seu corpo. Por outro lado, essa baixa taxa é um ativo que lhes permite produzir sua própria vitamina D quando expostos a condições de luz insuficientes. Eles estão melhor adaptados que outros em ambientes com pouco sol!

13-Coisas-Que-Você-Não-Sabe-Sobre-Cabelos-Ruivos-9.jpg

6. A HISTÓRIA HUMANA NÃO OS POUPOU

Ninguém sabe de onde vem, mas existem vários traços históricos de preconceitos negativos contra eles. Tudo, sem fundamento racional ou científico! Nos tempos antigos, eram considerados uma anomalia ou um mau presságio. No Egito, foram enterrados vivos como um sacrifício ao deus Osíris, além de associadas a Seth (deus da desordem). Na Bíblia, Judas às vezes é descrito com cabelos ruivos. Na Idade Média, eram prejudicados por conexão com o diabo, bruxaria e queimados como tais. E por aí vai…

7. RUIVOS COM OLHOS AZUIS SÃO AINDA MAIS RAROS

Enquanto a maioria das ruivas possui olhos castanhos ou verdes, só um punhado de indivíduos têm azuis. Como os fios rubros, o azul na íris, provém de uma característica recessiva: ambos os pais devem carregar o gene para transmiti-lo ao filho. Essa combinação, de cor de cabelo e olho, sem dúvida, é a mais rara do mundo.

8. NÃO NASCEM FIOS GRISALHOS NAS RUIVAS

Outra particularidade interessante desse tipo capilar, é que retêm sua pigmentação por mais tempo! Como o resultado, ruivos não conhecem fios brancos no sentido tradicional. A cor de sua madeixa desaparece aos poucos, variando de um loiro levemente rosado a um branco prateado.

9 – A JUBA VERMELHA NATURAL É MAIS DIFICIL DE TINGIR

Outra consequência de sua pigmentação específica: é mais difícil de colorirem sua cabeleira. Se uma ruiva deseja pintar o fio de outra cor, deve primeiro desbotar para obter um resultado convincente. Caso contrário, a cor não será mantida. Obviamente, que a descoloração é prejudicial aos fios de todas as cores, em especial para os ruivos, mais sensíveis que outros.

10. TODOS OS ANOS, OS RUIVOS TÊM UM DIA DEDICADA EXCLUSIVAMENTE A ELES

Com o intuito de promover a união de todas as cabeças vermelhas do planeta, estão entre os poucos a ter um dia dedicado a eles. A saber que o evento ocorre anualmente na Holanda durante o mês de agosto e já está em sua 14.ª edição.

11. A COR VERMELHA DO FIO É EXTREMAMENTE INCOMUM

Representam apenas 1 a 2% da população mundial, difundido em certas regiões e em determinadas populações (escandinavo, inglês, escocês, irlandês, etc.). Uma extensa pesquisa sobre o DNA britânico mostrou que mais de 40% da população carrega o gene MC1R.

12 – ADMIRAÇÃO E GLÓRIA

Certamente, a peculiaridade desse tipo capilar, participa do imaginário popular. Pelo contrário do tópico acima, por vezes associado à cor do fogo, dos animais selvagens, simboliza força, vigor, traz um temperamento apaixonado ou um caráter forte. As ruivas são musas para pintores, representados em muitas obras de arte, especialmente durante o Renascimento. Atualmente, os famosos vermelhos são: Marina Rui Barbosa, Mark Zuckerberg (do Facebook), Príncipe Henry, Chuck Norris, Nicole Kidman, etc.

13 – O CABELO RUIVO É O MAIS CARO PARA SE VENDER

Pelas razões mencionadas acima (raridade da tonalidade, ausência de despigmentação, espessura do folículo, etc.), a categoria das madeixas vermelhas pode ser vendida mais cara até do que o loiro. São frequentemente considerados como prêmios! Os critérios clássicos também entram em jogo: comprimento / peso / idade do fio, histórico de manutenção, tipo de brilho / reflexão…

Posto que, não estamos nos referindo a cabeleira tingida para ter uma cor vermelha / mogno / alaranjada, falamos de ruivos naturais!

O VERMELHO DAS MADEIXAS É O ARGUMENTO VÁLIDO PARA PESSOAS QUE NÃO SÃO RUIVAS NATURALMENTE E QUE QUEREM VARIAR O TOM. ESSA TENDÊNCIA É CADA VEZ MAIOR E SE VOCÊ NÃO QUER FICAR DE FORA, PROCURE NO CATÁLOGO DE COLORAÇÕES FELPS A NUANCE PREFERIDA!

Comentários

Fazer login ou Criar conta
Login
Cadastro

X